Encontro e um pedido em tempo chuvoso_ Maya Amamiya Valentine

Chuva forte e sem previsões do fim

Um homem caminha nas ruas, sem direção

Pensamento longe, teorias se entrelaçavam na mente

Uma decisão, um sentimento vivo, qual era minha direção?

XXX

Sonhos a perturbavam, a chuva faz a contribuição.

Ela não conseguia dormir. Abriu os olhos e pensou nele.

A dor no coração é como a faca cravada no peito.

A saudade dele era sufocante, como se fosse asfixia.

Mesmo deitada, rezava para que tudo desse certo na vida do amado.

XXX

Uma conclusão mental ele chegou. Uma afirmação.

Ele a ama com todas as forças. Seu sentimento por ela é inestimável.

As recordações dela o fizeram reviver o espírito.

Ela foi capaz de tudo. Seus sonhos, ela reviveu.

As teorias, ela confirmou. O sentimento, ela brotou.

XXX

O frio da noite era intenso. A chuva também.

Lágrimas caiam nos olhos da garota. Sentia tanta falta dele...

Não sabia direito seu paradeiro, mas desejava sua presença.

Alguém bate na porta, ela corre para abrir e sua surpresa, era ele.

Molhado na chuva e ofegante. Um pedido.

XXX

Ela não sabia bem o que pensar. Foi tudo tão rápido.

Ele a beijou com toda paixão. Sua roupa, molhada na chuva, encharcou o pijama.

Uma declaração apaixonada em circunstâncias adversas.

Aquele dia chuvoso também tinha seus prós.

A ciência da mente humana sobre emoções de fato, nunca o afetaram.

Era um cético a isso.

Contudo, ela o convenceu do contrário.

As emoções podem ser vividas em seu momento certo.

E com a pessoa certa.

XXX

O pedido derradeiro. Uma união definitiva de ambos.

A respiração do rapaz cada vez mais ofegante. Tinha vontade de chorar.

Ela, já chorava com as palavras tão românticas.

Um gesto de carinho foi o suficiente para a resposta.

XXX

O ósculo mais carregado de paixão e carinho.

O sussurro no ouvido é sua afirmação.

O sorriso do casal, a decisão selada.

A chuva está mais forte, o frio rigoroso do ano.

A noite é especial para eles.

Palavras e caricias completaram o casal.

O frio da noite foi esquecido. Só existe o calor.

O calor de um casal apaixonado num dia de chuva.

FIM

Inara Angélica Araujo dos Santos_ "Maya"