-Capítulo Dois-

O Orfanato da Rua Madison

-Olá crianças!-Sou Lilian a coordenadora do orfanato.

-Seus quartos são lá encima no segundo andar.

-A direita está o dormitório dos garotos e a esquerda o das garotas.

-Sigam-me crianças!-Disse Lilian.

-Sim senhora!

-Wendy aqui está seu dormitório você vai dividi-lo com Alice.

Wendy entrou no dormitório meio assustada e Alice fez que não a viu e se virou para ver na janela ao lado de sua cama.

-Siga-me, Henry!

-Aqui está seu quarto Henry você vai dividi-lo com James e Eriel.

As crianças ainda não conseguiam entender o que teria ocorrido naquela noite, não se conformavam que seus pais haviam falecido naquele terrível incêndio e que agora eles estavam sozinhos sem ninguém para dar-lhes carinho verdadeiro, atenção e afeto, as crianças mal dormiram aquela noite chorando pensando naquele terrível incêndio.

Hélio olhava para o teto pensativo quando de repente Helga bateu na porta do quarto e Hélio levou um tremendo susto e deu um salto da cama.

-Entre .

-Bom Dia meninos hora de acordar!São seis horas da manhã!

-E quero lhes explicar as normas do orfanato!

Depois a Helga foi acordar as meninas no dormitório. Wendy acordou triste e mal-humorada, Alice acordou e a olhou com cara de desprezo.

-De onde você veio?Disse Alice.

-Da cidade de Holly Sparks.-Disse Wendy timidamente.

-Você não era da casa dos Olivers que foi incendiada?

-Ah, sim,disse Wendy com a voz meio trêmula.

-E você?

-Eu não sei meus pais faleceram quando eu ainda era um bebê e vivo aqui no orfanato até hoje.

-Sinto muito. Disse Wendy.

-Ah, obrigada-Disse Alice rispidamente.

-O que é isso?-interrogou Wendy. – Wendy apontou para um estranho colar em seu pescoço.

-Não é da sua conta!

-Eu achei nos jardins do orfanato- Disse Alice.

Enquanto isso Henry em seu dormitório perguntou a James: - Aqui é assim então temos que levantar bem cedo todos os dias?

-É mesmo, eu odeio este lugar se desse eu já teria fugido daqui!-reclamou James. James era um garoto franzino, de cabelos loiros ondulados e olhos verdes.

-É melhor nós descermos ou a Helga nos "corta as cabeças!"-Disse Eriel.

-Ela vai explicar as normas do orfanato para os que estão entrando hoje.

-Então vamos lá!-Disse Henry.

E os meninos desceram correndo as escadas e se dirigiram ao grande Hall de Entrada, com muitos quadros antigos sobre as paredes decoradas e com um grande lustre,com várias mesas e cadeiras individuais como as de escola.

-Sentem-se crianças!

Wendy e Alice tinham recém descido e foram apressadas procurar um lugar para se sentar.

-Para os que estão chegando agora já estão avisados todos terão que acordar as seis da manhã, o café é servido as sete e meia, se atrasarem depois das sete e meia não terão mais café,e também terão de cumprir as tarefas para ajudar a cuidar do quintal e os que não cumprirem as tarefas as conseqüências serão graves!Depois por último as brincadeiras,ah tem uma coisa nos jardins que está proibida a entrada que está muito bem fechada e que guarda uma coisa muito importante que não interessa a vocês!

-Ah, realmente este lugar é muito maçante e chato!-reclamaram em silêncio Wendy e Henry.

-Vão ter que se acostumar!-Disse James- Ela não dá moleza.

-O que será que guarda naquele jardim?

-Não sei mas ouvi falar que lá é guardada uma caverna mágica.- Disse James.

-Uau!- Disse Wendy.

Henry escutava impressionado. -Ouvi falar que a chave está guardada na sala do escritório do vice diretor Taylor Kutcher – disse Eriel.-Ah é, e onde fica a sala dele?

-No quinto andar- disse James.

-E acho meio difícil vocês irem na sala dele- A Helga e o Taylor estão o tempo todo de vigia.

-O melhor jeito de entrar lá seria distrailos- falou Alice.

-O almoço é servido ao meio-dia e o jantar as oito e meia da noite, daqui a pouco vocês serão dirigidos ao refeitório a Dona Roses irá servi-los o almoço.

-Crianças o almoço está pronto sirvam-se!O almoço de hoje é ensopado de carne e rúcula!

Wendy olhou para a comida com cara de nojo.

–Preferia a comida da mamãe- reclamou Wendy.

-Eu também- disse Henry­- mas temos que nos conformar irmã, é o que assentiu serviu sua comida e se sentou na mesa e se serviu um pouco de suco de abóbora que estava sobre a mesa.

-Olá Wendy- Disse uma garota próxima da sua mesa.

-Sou Catherine!Muito prazer em conhecê-la!

-Olá Catherine!Como sabe meu nome?

-Ouvi falar de você- Seus pais sofreram um incêndio na mansão não é mesmo?

-Sim- Disse Wendy.

-Então- Sinto muito pelos seus pais.

-Obrigada-respondeu Wendy dando um sorrisinho meio triste.

-Vamos dar uma volta no jardim depois do almoço?

-Sim- disse Wendy.

-Depois temos de ajudar nas tarefas para limpar o jardim com a coordenadora Lilian.

Catherine era uma menina de cabelos muito negros e curtos,seus olhos eram azuis,era uma menina muito simpática diferente da Alice com seu jeito e Catherine passearam no jardim,depois foram brincar,o jardim era muito belo e grande tinha muitas rosas,orquídeas,jasmins,árvores grandes,estavam no outono e folhas estavam esvoaçando e caindo no chão.

-Hora de colher as frutas do pomar crianças- disse Lilian- Tudo Ok?-Sigam-me.

-Todos peguem seus baldes.

-Sim Senhora Lilian- disse as crianças.

E todos cumpriram com a tarefa do dia.