Decisões__ Maya

Uma ordem, nunca desobedece.

Um dever é preciso cumprir.

Mas existe uma parede separatista.

Entre a ordem e a ética.

Passos e mais passos.

Cada vez mais se aproxima do local.

E um alvo é feito.

Segundo as ordens, deve matá-lo sem ponderar.

Ninguém iria suspeitar então a missão estará feita.

Só mais um passo...

O silêncio assombra a casa.

Arma sacada e carregada mirando no individuo.

Um só tiro é suficiente e o corpo padecer no assoalho.

Surge uma dor...

A dúvida de seus atos. Muitas questões.

Matar ou não matar.

Apertar ou não o gatilho.

Um frio misterioso invade seu corpo.

A mão treme diante do alvo. Mas por quê?

Sua mente embaralhava, seu coração acelerava.

Vozes se ouviam. Umas diziam para não matar. Outras eram contrárias.

Não suportava mais aquele receio.

Todavia, se recuar confirmaria sua traição.

Se cumprisse a missão, ganhava reconhecimento.

Acreditou que eliminar aquela pessoa livraria de inutilidades...

Mas era mesmo seu objetivo?

Era isso?

Os pensamentos o perturbavam demais.

A decisão tem de ser feita!

A mão parou de tremer. E uma tranqüilidade passou a ele.

Guardou a arma e seguiu para um caminho desconhecido.

Um rumo balsâmico para suas dores e angústias.

Prometeu seguir outras estradas. E nunca olhar seu obscuro passado.

E levou consigo, uma decisão séria e moralista.

Inara Angélica__ Maya Amamiya