Porcos__ Maya Amamiya

Hoje fui à escola.

Professor ensinando e não entendendo o que diz.

Estou em aula errada?

Por que não entendia?E por que tanta má vontade do mestre?

Num piscar de olhos vi um porco.

Uma cabeça de porco.

Eu corri daquela sala.

Mas o que é isso?

Mais pessoas com cabeças de porcos.

Como pode?

Adolescentes e crianças seguiam aqueles seres.

Corpo humano com cabeça de porco.

Fui à rua e os policiais liberaram alguém.

Sei quem é ele. O ladrão!

E por que o deixaram livre? Prendam-no!

Espere. O que estou vendo depois?

Até os policiais... São porcos, pelo menos em cabeça.

Os advogados se juntaram a eles.

E comemoraram tão alegres de tudo.

E o pior: as cabeças suínas.

Pobre de nós, humildes trabalhadores.

Confiamos tanto nessas pessoas decentes...

E vejam a sujeira que criaram.

E aqueles que não percebem isso, acabam seguindo na "onda"

Onde vive uma suja visão.

De uma vida de porcos.

Inara Angélica Araujo dos Santos__ Maya Amamiya