E lá vou eu:
Pentear as palavras em nós
Que se misturam, se não as lavo
E deixo secar ao sol.

x

É que se não reflito
O mundo in verso no espelho
Eu o olho, e já não sei
Com que olhos eu o vejo.

x

Logo agora!
Que eu tinha prometido
Enterrar as rimas no quintal!

x

É com o peito
Ou com os dedos
Que eu respiro, afinal?