"Alguns remediam a lucidez de forma feérica, doentia. Sabemos que quem abre os olhos para o caos em que vivemos não enfrentará apenas a "realidade" real, mas também terá que lutar contra a insanidade.

Porque estamos vivendo em um mundo cheio de simulações e simulacros, onde nada é o que parece e confundimos o real com a simulação, acreditamos na hiper-realidade. Assim que a verdade nos abre os olhos, nossas concepções são desconstruídas para serem modificadas. Tudo acontece ao mesmo tempo, moderno e pós-moderno. Os limites são questionados e nos perguntamos novamente o que é o certo e o errado, quem decidirá o que podemos fazer?"