Quebra de confiança

.

Não precisei nem pensar para colocar esse título. Isso porque ele é perfeito para esse momento. Estou o escrevendo pensando em manda-lo pra você, mas não sei se você merece sequer isso. Você me traiu, L. Você realmente fez isso. E não só pelo fato de você ter ficado com aquela garota, mas sim porque você mentiu pra mim. De novo. De novo. E outra vez, como se nunca estivesse satisfeito.

E você ainda consegue virar para mim e dizer "Eu te amo, lembre dos momentos felizes" quando você deixou outra pessoa tocar em você? Beijar você, praticamente transar com você? Mesmo? Eu não devo nada pra você, absolutamente nada. Você me deve uma skin no League of legends, os beijos que você prometeu que me daria quando nos víssemos de novo e algumas outras coisas que não me recordo agora.

Eu não lhe devo absolutamente nada. Mas ainda fico triste, sabe? Por perder meu amigo, meu melhor amigo. Ao contrário de você, eu não me alienei em nosso relacionamento, e tive muitos amigos para contar quando você quebrou meu coração – pela segunda vez e pelo mesmo motivo.

Você me viu chorar compulsivamente quando você disse que tinha me traído. Você me escutou dizer o quanto eu te amava várias e várias vezes e me disse que nunca mais me trairia. Você mentiu. Você MENTIU pra mim. Eu achei que eu fosse sua amiga, acima de sua namorada. Sua melhor amiga.

Porra nenhuma. Porra. Nenhuma. Se você queria ficar com aquela garota, era só me dizer. Tudo bem, eu entendi que você me ama, mas que não aguenta o fogo no seu cu e precisa comer outras pessoas, beijar outras pessoas. E sabe o que você devia ter feito quando percebeu isso? Contar pra mim. Só isso.

Você deveria dizer "Maah, eu não aguento. Eu fiquei com ela de novo, e acho que vou ficar outra vez, e eu não quero trair você, não quero trair sua confiança e te desrespeitar. Eu realmente te amo, mas não aguento um relacionamento à distância. Vamos terminar, e podemos tentar de novo no futuro". Eu teria aceitado. Eu teria aceitado porque eu amo você. E porque eu pensava num futuro com você. Porra, eu queria morar com você e ficar perto de você sempre.

Mas não, L. Você não pôde fazer isso. Ao invés disso, você mentiu inúmeras vezes pra mim. Sobre não estar me traindo, sobre não estar falando com ela. Às vezes, você demorava pra responder as mensagens e eu pensava "Será?", mas você vinha com uma desculpa que eu engolia porque te amava demais e estava disposta a confiar em você de novo.

Não sei pra quê eu me esforcei tanto pra tentar recomeçar. Eu te dei uma segunda chance, indo contra tudo o que disseram pra eu fazer. Só pra você quebrar minha confiança de novo. Você disse algo sobre mensagens eróticas dela. Eu também te mandava algumas. Eu sei que elas não eram boas o suficiente porque eu sou uma boba inexperiente, mas eu tentava.

E eu gostava quando você me excitava, mesmo que algumas coisas que você dissesse fossem estranhas e me fizessem rir. Gostava das nossas conferências até tarde e de gemer o seu nome. Gostava mesmo. Estava fazendo tudo aquilo por alguém que eu amava e que eu confiava.

Eu nunca deveria ter te dado uma segunda chance. Se eu não tivesse dado, talvez você tomasse vergonha na cara. Eu teria continuado a ser sua amiga ali. Eu nem cogitei a possibilidade de parar de falar com você naquele momento. Mas agora eu tenho nojo de você. Eu não quero ouvir sua voz ou ler suas palavras ou qualquer coisa.

Se você queria ficar com outras pessoas, essa é a sua chance. Você me perdeu. Completamente. Eu queria cuidar de você, mas não vou cuidar de alguém que não me dá valor algum. De forma alguma. Eu tenho amor próprio, e você sabe disso. Eu reconsiderei a ideia de relacionamento virtual e de perdoar traição por gostar mesmo de você, mas não mais. Como eu disse, não existem terceiras chances com a Deusa.

Eu sei que você ainda vai encontrar alguém que vai te fazer feliz, e eu realmente espero que essa experiência faça você nunca mais fazer algo do tipo de novo, porque não quero nenhuma menina sentindo o que eu senti por aí. Mas amadureça um pouco antes de se envolver romanticamente de novo. Não machuque garotas boas, foda com vadias.

Saber que você ousou me beijar e ter um dia de "casal" comigo e sorrir e beijar meu pescoço e me pedir em namoro pra depois beijar e receber o oral de outra garota me faz te desprezar com todo o meu ser. Você era realmente um bom amigo, mas nunca serviu pra namorado.

Eu não devia ter ficado com você em São Paulo. Nem devia ter me declarado pra você. Não deveria ter deixado você me tocar. Mas agora já foi, e eu não sou de ficar chorando pelo que já aconteceu. Foi bom enquanto durou, uma pena que você tenha estragado tudo.

Como você já me disse, "Eu supero as coisas rápido, se você terminar agora, logo vou deixar isso pra lá e seguir em frente" ou algo do tipo, eu sei que você logo, logo vai me superar, então, adeus. Talvez a gente possa retomar a nossa amizade daqui a uns meses ou anos, se você provar ter deixado de ser um babaca.

Mas eu nunca mais vou confiar em você. Nunca mais vou acreditar em uma palavra do que você diz, então acho melhor eu nem pensar nisso. Foi bom te conhecer, foi bom ser sua amiga e os momentos que passamos juntos também foram bons. Como você pediu, estou pensando nos momentos felizes, e estou pensando que eles ficaram pra trás, e é isso aí.

Move on, sweety. Farei o mesmo.